Consumo e sustentabilidade

POST Equilibrio

Quando escrevo este post, em novembro de 2020, estamos próximos a uma “Black Friday”, mais um “ritual” exportado dos EUA para o mundo. Acabo de ver uma propaganda no youtube de um grande varejista dizendo que já é para as pessoas esquentarem seus motores… e depois começam um derramamento de ofertas de produtos.

Um levantamento realizado com 2.100 consumidores, entre os dias 2 e 6 de novembro, indica que 52% das pessoas pretende comprar algum item em 27 de novembro (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

E ai fico imaginando quantas coisas aparentemente baratas, mas de má qualidade, e desnecessárias, serão adquiridas. Vão se somar a tudo que as pessoas já tem. Enquanto isto, uma outra enormidade de “coisas”, algumas delas de ótima qualidade, ficam sem uso nos nos armários ou nos porões das casas de pessoas que enfrentam dificuldades em dar um uso adequado ou passá-las em frente.

Estamos ainda vivendo a multi-pan-crise causada pelo COVID-19, e repensando o modelo de vida que temos. Dentre alguns outros temas, estou especialmente atento às questões de consumo e sustentabilidade. Fico observando as discussões de influenciadores que apresentam perspectivas diferentes, mas sem a intenção (a primeira vista) de encontrar o meio-termo.

A proposta de equilíbrio entre estas questões, apresentada como Consumo Sustentável, sugere que se consuma melhor e menos levando em consideração os impactos ambientais, sociais e econômicos das empresas e dos seus produtos (cadeias produtivas). Este equilíbrio também depende da redução do desperdício ou improdutividade daquilo que se adquire. Este consumo precisa ser sustentável em todos os sentidos: desde a compra, uso e até o descarte.

O Projeto REUSOS é um curador de idéias e ferramentas para que cada indivíduo possa praticar verdadeiramente este equilíbrio. Estas idéias promovem ações que podem ser categorizadas em 8 grupos:

Tipo de açãoDescrição
(1)Escolher ModeloNem todo produto precisa ser adquirido. Existem outros modelos para beneficiar-se de um produto de forma eficaz para a necessidade real de um indivíduo.
(2)OrganizarPara conhecer aquilo que se tem, e como se usa. E assim permitir decisões futuras
(3)Re-significarProdutos podem ter diferentes propósitos e usos.
(4)CompartilharPermitir que o mesmo produto possa atender a vários indivíduos em diferentes momentos, e remunerar o dono.
(5)AlugarPermitir que um produto possa atender a um indivíduo diferente do dono, e remunerá-lo por isto.
(6)Vendertransferir a propriedade de um produto para um indivídio que possa dar uso mais eficaz, e receber uma remuneracão por isto.
(7)Doartransferir a propriedade de um produto para um indivídio que possa dar uso mais eficaz, ainda que não seja remunerado por isto.
(8)Reciclarreintegrar o material que compõe o produto ao ciclo produtivo, aumentando a eficiência do ciclo.

Falaremos mais destas ações nas demais reflexões. Espero que se empolguem e embarquem nesta jornada. É isto por agora.

Vida longa e próspera para suas coisas!

Publicado por Thales Miranda

Experienced Executive and Entrepreneur with 25+ years career built in the information technology and services industry, in Brazil and USA. Skilled in multinational team leadership, strategic changes, and complex negotiations. Deep practical knowledge in methods and solutions such: Design Thinking, Agile Mgmt., Lean Mgmt., Open Innovation, Cloud, Big Data, Social Networks, IoT, Mobile Apps

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: